Fazenda deve baixar (ainda mais) previsão do PIB para 2018


Previsões do governo e de economistas no início deste ano afirmavam que o país devia crescer cerca de 3% em 2018, depois de um crescimento de apenas 1,1% no ano anterior. No entanto, a crise política, que travou a aprovação de projetos da agenda econômica, e a greve dos caminhoneiros frearam a economia brasileira.

Analisando os números, o Ministério da Fazenda deve reduzir mais uma vez a previsão de crescimento do PIB, que já havia caído de 3% para 2,5%. Como apurado pelo Blog do Valdo Cruz, do G1, a previsão de crescimento deve cair para 1,6%, a mesma divulgada pelo Banco Central no final de junho.

O mercado tem previsões ainda mais pessimistas. Bancos avaliam que há o risco da nossa economia crescer algo em torno de 1% no ano, o mesmo que em 2017.

As novas previsões contrariam o que esperava o governo do presidente Michel Temer em ano de eleição e são reflexo da taxa de desemprego, por exemplo, que está em 12,7%, com 13,2 milhões de desempregados no país, e não deve fechar o ano abaixo de 10%.

12 jul 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Bolsonaro mantém ministro de Temer na CGU

Bolsonaro mantém ministro de Temer na CGU

em Política

Confirmação foi feita pelo Twitter, logo após o desembarque do futuro presidente em Brasília

Paulo Guedes quer criar Secretaria de Privatizações

Paulo Guedes quer criar Secretaria de Privatizações

em Economia

Acelerar a venda de ativos para pagar a dívida do Brasil é uma das prioridades do governo Bolsonaro

Ortopedista, deputado do DEM será ministro da Saúde de Bolsonaro

Ortopedista, deputado do DEM será ministro da Saúde de Bolsonaro

em Política

O nome de Mandetta foi defendido por grupos próximos a Bolsonaro

Moro confirma Maurício Valeixo como novo diretor-geral da PF

Moro confirma Maurício Valeixo como novo diretor-geral da PF

em Política

Valeixo já foi o número três da hierarquia geral do órgão

Anuncie